EXAME - RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

O que é um exame de Ressonância Magnética?

Este, assim como os exames de Raios X ou o Ultrassom é mais uma modalidade de diagnóstico por imagem médica, largamente utilizado na investigação de diversas doenças. Da mesma forma como os demais métodos de imagem, os seus resultados são interpretados por médicos especialistas na área de “Radiologia e Diagnóstico por Imagem”, ou simplesmente, pelos “radiologistas”.

Este exame permite aos médicos visualizar dentro do corpo humano e com muita precisão, para que seja então possível um diagnóstico, o que certamente irá auxiliar na proposta de um tratamento eficaz.

Diferente dos exames de Tomografia Computadorizada ou Raios-X, este exame não expõe os pacientes à radiação ionizante. O seu princípio se baseia fundamentalmente nas propriedades magnéticas do núcleo de hidrogêneo, que é abundante no corpo humano. Para tanto, a construção de um equipamento de RM se baseia na produção de um potente campo magnético e de ondas de radiofreqüência. Isto, para gerar imagens muito precisas, em duas ou três dimensões, das mais diversas partes do organismo humano.

A duração de um exame de RM pode variar de poucos minutos a cerca de 20-30 minutos, a depender da região a ser estudada. No agendamento o paciente recebe todas as orientações necessárias sobre o seu preparo pré-exame, o qual na maior parte das vezes é de apenas jejum por quatro horas. O paciente também é orientado sobre o que ocorre durante o exame. Em alguns tipos de exame se faz necessário a utilização de um agente de contraste que é injetado por via venosa. Também pode ser necessária a injeção de agente de contrate direto em uma articulação (quando solicitado exame denominado artroRM).

O exame de RM é muito seguro, sendo no entanto contra-indicado em pacientes portadores de implantes metálicos, incluindo MARCAPASSOS e IMPLANTES COCLEARES, embora nesta última situação já existam implantes compatíveis com a RM. Já com relação aos marcapassos, definitivamente não é possível a realização deste tipo de exame. Assim, é muito IMPORTANTE que o paciente ou familiar informe, antes do exame, se há alguma cirurgia já realizada ou algum material cirúrgico como implantes ou clipes.