Diagnóstico por Imagem - Pediatria

Apresentação

A Radiologia, como a Cirurgia e a Clínica Médica, comporta várias subespecialidades, relacionadas com diversos sistemas orgânicos, requerendo do radiologista conhecimento aprofundado da patologia e da clínica desses mesmos sistemas.

A Radiologia Pediátrica tornou-se reconhecida como disciplina médica na década de 1960, com os ensinamentos e influência do Mestre Francês Dr. Jacques Lefebvre, cujos seguidores formaram a escola Francesa. Ele também foi o fundador da Sociedade Européia de Radiologia Pediátrica. A partir do conhecimento do trabalho do grupo de médicos franceses, os americanos passaram a considerar as contribuições significativas que esse grupo vinha realizando na especialidade e começaram a adotar uma linha semelhante, liderados por Neuhauser e Caffey.

Assim, a Radiologia Pediátrica, como uma especialidade que se baseia na constante mudança do ser humano, adquiriu definitivamente sua identidade específica. Por muito tempo, a criança foi considerada uma réplica em miniatura do adulto: radiologistas e técnicos fizeram o melhor na tentativa de obter a mesma qualidade de imagens como aquelas obtidas nos adultos. Somente a recente geração de equipamentos de Raio-X e todos os melhoramentos modernos tornou isto possível. A crescente subespecialização e o desenvolvimento da Pediatria mostraram a necessidade de outros especialistas, entre eles os Radiologistas, se aprimorassem no conhecimento das doenças pediátricas, em técnicas de exame e no manuseio da criança.

O Setor de Diagnóstico por Imagem em Pediatria começou a se definir a partir do ano de 1978, coordenado pelo Prof. Dr. Henrique M. Lederman, que dirigia parte de seus estudos e interesses para suas áreas, procurando desenvolvê-lo desde essa época. Em 1992, foi criada a Disciplina de Diagnóstico por Imagem em Pediatria, e ela vem se desenvolvendo, especialmente junto ao Departamento de Pediatria, com reuniões semanais multidisciplinares e atividades de rotina com seus residentes e pós-graduandos.

Nos últimos anos, foram se formando alguns subsegmentos no diagnóstico por imagem em pediatria: neuropediatria, nefropediatria, gastroenterologia pediátrica, reumatologia infantil, genética, berçário, oncologia pediátrica e quadril infantil.